Nossos ciclos acabam e recomeçam e a Comunidade da Etec de Sapopemba cresce cada vez mais

Montagem.2

Por Denis Le Senechal Klimiuc

A Etec de Sapopemba está prestes a comemorar seus 10 anos de vida, o que significa que uma das grandes conquistas da Fazenda da Juta já está ficando grande. Desde sua inauguração, em outubro de 2007, a conquista pelos cursos, prédios bem instalados e iluminados, ambientes adequados ao aprendizado e tudo que faz os alunos e ex-alunos se orgulharem – tudo se tornou uma batalha atrás de outra.

Mas que bom que tudo se transformou, não é mesmo? A Etec de Sapopemba fechou este primeiro semestre de 2017 com 1308 alunos, o que significa que são, teoricamente, mais de 1300 famílias participando ativamente da vida de seus adolescentes e jovens adultos, cujos resultados dentro de sala de aula se refletem no sucesso no mercado de trabalho. E isso também é uma grande batalha.

Tudo se transforma no dia a dia da Etec de Sapopemba porque as batalhas dos professores, funcionários e alunos é genuína; a esperança por um futuro melhor não é apenas um velho clichê, mas sim a prática diante de tudo o que se espera ao sair de casa e vir ensinar, trabalhar, estudar… E tudo vale a pena justamente porque todo mundo luta pelo mesmo objetivo: a educação.

Os resultados no final de cada semestre – às vezes uma puxada de orelha – e a expressiva quantidade de ex-alunos que continuam visitando o ambiente significa que o sucesso desta empreitada que há quase uma década luta para crescer tem, sim, marcas profundas nas vidas daqueles que por aqui passaram, passam e passarão.

Se você fez ou faz parte desta história que está prestes a encerrar um ciclo, nós, da Etec de Sapopemba te agradecemos por sua participação em nossa luta por melhores ofertas de ensino. Se você quer ingressar em um de nossos cursos técnicos, seja bem-vindo! Esperamos por sua participação, pois ainda temos muita história para fazer.

Anúncios

MÍDIAS SOCIAIS – UM OLHAR PARA O FUTURO.

Flávia Paes do Amaral Cassemiro – Diretora de Serviços Acadêmicos; Antonio da Rocha Cavalcante Junior – Auxiliar Docente e José Luiz Alves Santos Júnior – Estagiário.

Por: Flávia Paes do Amaral Cassemiro

Você que acompanha as nossas Mídias Sociais, tem percebido nossas publicações em comemoração aos 10 anos da Etec de Sapopemba?

Essas ações fazem parte do Projeto MÍDIAS SOCIAIS – UM OLHAR PARA O FUTURO, desenvolvido por Antonio da Rocha Cavalcante Junior, Flávia Paes do Amaral Cassemiro e José Luiz Alves Santos Júnior para compor nosso Plano Plurianual de Gestão (PPG).

O Projeto surgiu a partir da observação/reflexão das Mídias Sociais já existentes em nossa Unidade (Site, Facebook, Instagram, Blog e Twitter) e da possibilidade de fortalecer e expandir essas conexões para outras Plataformas Digitais, facilitando a Comunicação com a Comunidade Escolar e aumentando a visibilidade de nossa Escola. Além dos conteúdos já abordados, utilizaremos como temática principal as comemorações de 10 anos da nossa Etec, seus atores e estórias.

Atualmente, a Mídia Social de maior destaque em nossa Unidade é nossa página no Facebook e a utilizaremos junto ao nosso Instagram como instrumento de reconhecimento, agradecimento e homenagem aos noss@s colaborador@s. A ideia principal é publicar fotos dos nossos talentos, uma breve descrição da pessoa e, se ela se sentir à vontade, uma lembrança ou estória vivenciada na Escola e um desejo para os próximos anos, acompanhado da #EtecdeSapopemba10anos (hashtag).

Para os nossos alun@s e ex-alun@s vamos solicitar através das nossas Mídias Sociais, vídeos com depoimentos, estórias e vivências em sua passagem pela Unidade e que talvez tenha marcado sua história e contribuído em sua formação cidadã, acadêmica e profissional.

Em nossa página no Facebook estamos trazendo também o “Minha História em Imagens” – fotografias desses anos, desde a inauguração da escola.

Aqui em nosso Blog vamos contar as estórias e curiosidades diversas que ocorreram ao longo dessa década, sejam elas de ex-alun@s, alun@s, pais, professor@s, funcionári@s, entre outros.

Tem espaço para todo mundo em nossas Mídias e você não pode ficar fora dessa!

Curta, compartilhe e espalhe por aí que você faz parte da História da #EtecdeSapopemba10anos.

Férias pra que te quero?!

ferias_pra_que_te_quero_na_mosca_1

Por Denis Le Senechal Klimiuc

2015 está quase no final e você deve estar procurando pelo em ovo para deixar suas notas azuis e sua ficha sem falta nenhuma, não é? Bom, se faltou, faltou. Não há muito o que fazer. Se tem notas vermelhas, hora de rever seus conceitos sobre estudar, meu amigo, pois não adianta correr atrás de professor para implorar por um ponto a mais.

Independente de sua frequência e sua vontade de tirar notas altas, o ano está acabando e, bom, agora é a hora de fazer aquela reflexão básica sobre o que aconteceu em 2015, o que poderia ter acontecido e o que não deveria ter acontecido. Hora de colocar na balança mental as coisas que você mais curtiu e, quem sabe, fazer planos ainda melhores para o próximo ano. Afinal, se você está na Etec de Sapopemba é porque força de vontade você tem! Então reúna seus músculos – sejam eles físicos ou psicológicos – e reforce seus planos para 2016!

Muito trabalho em um ano atribulado

2015 foi um ano difícil para muita gente. Familiares que se foram, amigos que se despediram, vitórias e derrotas a rodo! Sim, muita coisa aconteceu. Com certeza você deve estar pensando, com um certo pânico em suas ideias, que 2016 pode ser muito pior. Ou melhor. Aquele clichê de que é você que faz o seu dia não é apenas uma frase feita, mas uma verdade. E quem soube aproveitar este ano sabe do que estou falando.

O ano foi difícil: estudo, livros, textos, trabalhos, apresentações, planos, provas e mais provas. Condução cheia, dias de chuva e muito trânsito, dias de calor e muito trânsito. Muito trânsito de qualquer jeito. Mas você passou por tudo isso e agora é hora de descansar. Suas aulas chegaram ao fim, suas notas estão quase lá e você chegou ao momento de dar adeus ao ano letivo e aproveitar o começo de suas férias: começando pelo Natal.

A Etec de Sapopemba deseja a você, seus familiares e amigos toda a paz que puder encontrar. Se você for aluno, que no próximo ano você consiga aproveitar ainda mais o curso em que está matriculado; se é professor, que em 2016 possamos desenvolver um trabalho ainda melhor juntos; se faz parte de nossa comunidade escolar, que participe ainda mais de nossos eventos e nos prestigie com sua presença!

ferias_pra_que_te_quero_na_mosca_2

Dica para curtir o verão: Parque do Carmo

Você pode morar ao lado dele, a poucos quarteirões ou passar de carro ou ônibus quando vai para a escola. Você pode até tê-lo frequentado algumas vezes, mas tenho certeza de que ainda não tirou o máximo de proveito dele, o Parque do Carmo. Localizado na Zona Leste de São Paulo, ele fica em uma região próxima ao metrô Itaquera, Avenida Aricanduva e SESC Itaquera. Com 1.500.000 metros quadrados, é o local ideal para caminhadas, corridas, pedaladas e prática de diversos outros esportes, além de piqueniques, leituras e muito bate-papo.

Aberto todos os dias, das 5h30 às 18h, o Parque Olavo Egídio Setúbal, como foi rebatizado em 2012, é constantemente palco de atrações culturais e esportivas em São Paulo, como o Festival das Cerejeiras, homenagens feitas em feriados paulistanos e um conjunto de ações sociais que visam integrar a população a uma série de oportunidades para cuidar da saúde e do bem estar.

Por isso, se você quer curtir um dia especial nessas férias, que tal aproveitar o verão de 2016 para reunir sua família e seus amigos e aproveitar o Parque do Carmo? Garanto um dia memorável para você!

O professor do Centro Paula Souza

professor_centro_paula_souza_na_mosca_1

Por Denis Le Senechal Klimiuc

Ser professor não é tarefa fácil. São horas e horas dedicadas à montagem de aulas, correção de provas e trabalhos, avaliação comportamental e de desenvolvimento pedagógico e, também, paciência para aguentar brincadeiras, desaforos e, em sua grande maioria, salários que não condizem com a responsabilidade mantida arduamente em seu dia a dia de trabalho.

Ser professor do Centro Paula Souza, no entanto, é uma tarefa um pouco mais recompensadora. Com 46 anos de história, o Centro Educacional de Ensino Tecnológico Paula Souza desenvolve, semestralmente, novas turmas e novos formandos, preparando seres humanos para o mercado de trabalho e tantas faculdades, itens cada vez mais difíceis de serem conquistados com maestria.

Além de tanto trabalho, o professor é, geralmente, taxado como alguém que mal consegue manter seu estado de saúde em equilíbrio, devido a tantas emoções em constantes turbilhões suportados entre manter sua vida pessoal saudável e sua vida profissional promissora. Diante da educação, cada vez mais deixada de lado em orçamentos públicos e privados, a vida dos docentes é algo a ser analisado com cuidado. Aqui, uma pequena homenagem a esse profissional que, desde 15/10/1827, data na qual Dom Pedro I oficializou a profissão em solo tupiniquim, é amado e odiado com tanta força quanto tenta se manter em pé diante de sua rotina sofredora.

professor_centro_paula_souza_na_mosca_2

A vida funcional do professor

Nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Centro Paula Souza, os professores são contratados de duas maneiras: por Processo Seletivo ou por Concurso Público. A primeira opção se refere a contratos por prazo determinado, aqueles válidos por 1 ano com possibilidade de prorrogação de mais 1 ano; a segunda opção, por sua vez, é feita com validade indeterminada, ou seja, o docente passa pelas provas e se torna funcionário público permanente.

Além disso, o Centro Paula Souza oferece oportunidades de ampliações, o que resulta em docentes multiplicando suas aulas (sem passar a carga horária mensal de 200 horas) para outras Etecs/Fatecs, permitindo maior aproveitamento das disciplinas que possam ministrar compondo o máximo permitido de sua carga horária semanal e mensal.

Com possibilidades de coordenação de curso, pedagógica, de projeto e outras formas de assimilação e desenvolvimento pedagógico, os docentes do Centro Paula Souza são considerados experts em suas áreas, devido ao constante aperfeiçoamento profissional ao qual buscam. Para dar aula no Centro Paula Souza, portanto, é necessário ter uma graduação, podendo ter maior aproveitamento na hora de atribuir aulas quando o currículo conta com licenciatura na área pretendida.

professor_centro_paula_souza_na_mosca_3

Recompensa-a-dor

Pois, sim, ministrar aulas é difícil e cansativo, como todos sabem. Enquanto profissionais do Centro Paula Souza, contratados através do regime trabalhista previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), os professores são o alicerce dessa autarquia do Governo do Estado de São Paulo, mantendo alto o padrão de ensino graças à busca constante por melhorias em suas aulas e acompanhamento pedagógico com cada aluno.

Para ilustrar um pouco mais o termo “recompensa-a-dor”, fica evidente que a profissão é um exercício constante de paciência, criatividade e liderança, na qual os jovens sentem-se seguros com o professor que souber lidar com tantas personalidades diferentes – o que não se reflete, necessariamente, no lado pedagógico do profissional. Por outro lado, quando a dor de aprender a lidar com tudo isso ao mesmo tempo passa, nada é mais recompensador do que ver, no dia a dia, o aprendizado daquilo que tanto foi estudado e planejado para ser aplicado em sala de aula.

Por isso, sim, a dor do dia a dia é grande. O professor do Centro Paula Souza tem jogo de cintura constante, seja em cursos técnicos ou no Ensino Médio Integrado ao Técnico, no qual o jovem entra para o ensino médio regular com a escolha da modalidade do técnico já feita no ato de inscrição. A exemplo disso, a Etec de Sapopemba possui três modalidades: Administração, Alimentos e Informática – o jovem de cerca de 14 anos, ao prestar o Vestibulinho, deve escolher o curso técnico e isso, para o professor, significa jogo de cintura ainda maior. Mas as recompensas, para quem ama educar, realmente valem a dor ao ter cada formando com seu diploma em mãos.

Os cursos que fazem a diferença no mercado de trabalho

mercado_de_trabalho

Por Denis Le Senechal Klimiuc

Desde sua inauguração, em 2007, a Etec de Sapopemba cresceu em ritmo acelerado, acompanhando as vontades e necessidades de seus alunos, professores e, sobretudo, região na qual está localizada. Hoje, com cerca de 1300 alunos distribuídos em seus cursos técnicos e de Ensino Médio, a Sapopemba vê que seu passado, ainda que recente, gerou frutos inquestionavelmente promissores, seja através dos diversos alunos que seguiram carreiras e criaram exemplos a serem seguidos, seja por aqueles que esculpiram suas formações acadêmicas graças à influência dos colegas de classe e dos inspirados professores.

Com isso, a Etec se orgulha em ter como parte uma comunidade escolar ativa, na qual pais e alunos interagem conosco constantemente, oferecendo melhorias e soluções para crescermos ainda mais. Por sua vez, nosso time docente conta com profissionais de diversas áreas, seguindo as exigências dos cursos ministrados nesta Unidade Escolar, a qual integra-se ao Centro Paula Souza como uma das mais novas e ativas Escolas Técnicas Estaduais.

Uma Etec preparada para o mercado de trabalho

Para saber um pouco mais sobre a Etec de Sapopemba, convidamos você a visitar nossa Unidade Escolar, conversar com nossos professores e funcionários e comprovar que toda a estrutura desta escola oferece, de fato, oportunidades de crescimento e aprendizado a todos os seus alunos. Seja através das inspiradas aulas de Educação Física, que promovem formas de exercícios completos aos seus alunos do ETIM (Ensino Técnico Integrado ao Médio), seja em qual modalidade do técnico for: Administração, Alimentos ou Informática.

Os alunos da área de Alimentos, do ETIM ou do curso técnico, possuem laboratórios completos de panificação,  processamento e microbiologia; os alunos dos cursos de Redes de Computadores e Informática, por sua vez, encontram profissionais gabaritados para transmitir o conhecimento necessário para inserir cada um deles no mercado de trabalho – a aproveitam os laboratórios de informática muito bem, por sinal; já os alunos dos cursos de Marketing e Administração percebem em seus professores a inserção direta ao conhecimento teórico e prático que as áreas de comunicação e gestão necessitam.

Encontre na Etec de Sapopemba, por fim, uma Unidade Escolar preparada com o que há de melhor no mercado de trabalho: o ensino de qualidade superior do Centro Paula Souza, professores preparados para transmitir conhecimento com excelência, estrutura recentemente renovada para permitir ainda mais o aprendizado perceptivo de cada aluno e, é claro, a união de cada mente fresca e aberta que, ao passar pelo Vestibulinho, se prepara para fazer a diferença lá fora!

Um pouco sobre a Etec de Sapopemba

 

Fachada- Etec

Por Denis Le Senechal Klimiuc

No já longínquo ano de 2007, o Centro Paula Souza inaugurou, em 18 de setembro, a Classe Descentralizada Sapopemba, pertencente à Etec José Rocha Mendes, esta localizada na Vila Prudente. Aos poucos, com os primeiros e fundamentais passos dados pela Diretora Sandra Regina Ferraz de Campos dos Reis e pela então estagiária e atual Diretora de Serviços Acadêmicos Flávia Paes do Amaral Cassemiro, a Etec de Sapopemba tomou sua forma e passou a ser uma Etec independente, captando inicialmente 120 alunos.

Com o passar dos anos, nossa Unidade Escolar se tornou referência em toda a região de Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus, liderando a educação da região oferecendo cursos técnicos e Ensino Médio e, em consequência, diversas oportunidades para todos que buscavam por aprendizado gratuito e de qualidade.

Em seguida, o Centro Paula Souza ampliou gradativamente sua grade de cursos e, hoje, a Etec de Sapopemba conta com três modalidades de Ensino Médio, agora integrado a um curso técnico, além dos cinco cursos técnicos na sede e, com suas duas Classes Descentralizadas, CEU Sapopemba e E.E. Stefan Zweig, mais seis cursos técnicos, três em cada uma delas.

Aqui não faltam oportunidades para você crescer cada vez mais

Além de oferecer a oportunidade de mudar o seu próprio caminho, a Etec de Sapopemba conta com o auxílio de diversas iniciativas, compondo seu quadro de oportunidades oferecendo cursos semi-presenciais, como o Teletec, eventos ligados à comunidade escolar e toda a região, como suas festas juninas e “Semana Paulo Freire”, que promovem a ligação entre os alunos e seus trabalhos desenvolvidos e toda a população próxima à escola; além, é claro, da Ação Social, evento especialmente dedicado à comunidade, no qual são oferecidos cursos, palestras, consultorias e diversas outras atividades relacionadas ao bem estar e saúde.

Por isso, há quase oito anos a Etec de Sapopemba cresce em ritmo acelerado, graças à dedicação de seus alunos e professores em oferecer ao mundo pessoas e profissionais melhores, bem capacitados e responsáveis com o desenvolvimento sustentável. Pois, a cada turma que se forma conosco, temos o imenso prazer em dizer que fizemos a diferença no mercado de trabalho, proporcionando seres humanos dignos e competentes, alinhados com o que o mundo tem exigido (cada vez mais) de tantos profissionais por aí.

Mais do que isso, aliás, formamos seres humanos aptos a serem… Seres humanos. Porque o mundo precisa de Pessoas com “P” maiúsculo. E, para nosso orgulho, vemos o belo resultado todos os dias. Assim, somos a Etec de Sapopemba, orgulhosos em ter você como parte desta comunidade.

Você mira na Sapo e acerta Na Mosca!

Na Mosca - Divulgação

Por Denis Le Senechal Klimiuc

Todo começo é difícil. Quando você procurou a Etec de Sapopemba para ver quais cursos ela tem e, em consequência, conheceu um pouco mais sobre o Centro Paula Souza, provavelmente não esperava pelas mudanças que ocorreriam em sua vida após passar pelo Vestibulinho e ser aprovado. Talvez você tenha deixado sua velha turma para encontros em aniversários e passeios pelos shoppings de sua região, talvez você tenha perdido contato ou simplesmente seguiu a vida para ver no que vai dar.

Mas, dentre tantas dúvidas que sua vida lhe proporciona todos os dias, ao menos há a certeza de que, ao escolher a Etec de Sapopemba, você mudou completamente o seu rumo. Seja para um curso técnico ou para o Ensino Médio, você passou a caminhar em uma direção diferente. Em consequência, passou a seguir a bem pavimentada estrada das oportunidades e, agora, enquanto define quais serão os próximos passos e escolhas a seguir, se depara com este texto de inauguração. Então, seja bem-vindo ao Blog da Etec de Sapopemba, onde você mira no sapo e acerta Na Mosca!

Seja bem-vindo à melhor forma de compartilhar boas ideias!

A partir de agora, você terá uma nova ferramenta para se atualizar e compartilhar tudo sobre a sua comunidade escolar! Se você já concluiu seu curso ou é pai, mãe ou outro familiar de um de nossos alunos, seja bem-vindo também! Pretende ingressar no Centro Paula Souza e ainda não encontrou o seu lugar? Temos espaço de sobra para você! E, se você reside próximo à Etec de Sapopemba e tem interesse em saber mais um pouco sobre a sua região, lhe proporcionaremos conteúdos exclusivos e cheio de curiosidades! Ah! Mas se você é professor, saiba que o Na Mosca está preparando uma categoria inteiramente dedicada a você!

Mas… Por que Na Mosca? Por que um símbolo tão diferente do que costumamos ver em outras escolas? Aqui na Etec de Sapopemba, temos o costume de dizer que esta Unidade Escolar capta seus alunos e os transforma em verdadeiros pesquisadores e refletidores de uma sociedade carente por esse tipo de comportamento. Então, na brincadeira com o nome “Sapo-pemba”, acrescentamos a ideia de que somos os sapos que capturam moscas, ou seja, o aprendizado, e as transformam em parte de nosso raciocínio. Assim, surgiu o Blog da Etec de Sapopemba, ou Na Mosca, para os mais chegados! Seja bem-vindo, então, à nova forma de compartilhar boas ideias para você e toda a comunidade escolar!